Pequenos Grandes Atrasos

Na segunda-feira, o alarme de Aníbal tocou na hora certa. Ele abriu os olhos, fez um esforço para se levantar, mas acabou cedendo à tentação e pressionou o botão "snooze". Ele tinha mais 5 minutos. Abraçou o travesseiro, puxou o edredom até a altura da orelha, gemeu um pouquinho, se aconchegou no lençol... 5 minutos. …

Continue lendo Pequenos Grandes Atrasos

Anúncios

Era uma casa muito engraçada…

Ninguém sabia, mas Maria morava no metrô há quase 1 ano. Trabalhava como faxineira no turno da noite numa empresa no centro da capital paulista. Com o que ganhava, conseguia alugar um quarto-e-sala num bairro distante na zona sul da cidade. Para ir e voltar do trabalho, gastava cerca de 5 horas por dia utilizando …

Continue lendo Era uma casa muito engraçada…

Metrolove. Ou amor em tempos de metrô lotado.

Eles se conheceram em frente à bilheteria da estação Trianon-MASP do Metrô. Definitivamente, um caso de atração à primeira vista. Ela queria dois bilhetes e não tinha dinheiro trocado. Ele queria apenas uma informação que a funcionária não sabia dar. Ela sabia. Explicou a ele como chegar na Barão de Itapetininga, perdida no seu olhar. …

Continue lendo Metrolove. Ou amor em tempos de metrô lotado.

O esquema das domésticas II. E se elas soubessem..?

>> Antes de ler, leia a parte 1. Clique aqui. Bete estava feliz com a sua nova aquisição: uma belíssima casa de fim-de-semana num badalado condomínio no interior de São Paulo. Luciana, uma amiga do ioga, tinha lhe dado a dica sobre a casa que acabara de ficar vaga ¨eu e meu marido compramos a …

Continue lendo O esquema das domésticas II. E se elas soubessem..?