Depende: uma história de (des)viagem

#São Paulo/ Lisboa, 2004 Me levantei às 4h da manhã, para chegar na fila às 5h, esperar pela distribuição de senha às 8h e ser atendida por volta das 11h30. Assim  funciona(va) o Serviço de Estrangeiros de Fronteiras, mais conhecido por SEF, em Portugal. Eu tinha dado entrada no processo de visto por união de fato …

Continue lendo Depende: uma história de (des)viagem

Metrolove. Ou amor em tempos de metrô lotado.

Eles se conheceram em frente à bilheteria da estação Trianon-MASP do Metrô. Definitivamente, um caso de atração à primeira vista. Ela queria dois bilhetes e não tinha dinheiro trocado. Ele queria apenas uma informação que a funcionária não sabia dar. Ela sabia. Explicou a ele como chegar na Barão de Itapetininga, perdida no seu olhar. …

Continue lendo Metrolove. Ou amor em tempos de metrô lotado.

O esquema das domésticas II. E se elas soubessem..?

>> Antes de ler, leia a parte 1. Clique aqui. Bete estava feliz com a sua nova aquisição: uma belíssima casa de fim-de-semana num badalado condomínio no interior de São Paulo. Luciana, uma amiga do ioga, tinha lhe dado a dica sobre a casa que acabara de ficar vaga ¨eu e meu marido compramos a …

Continue lendo O esquema das domésticas II. E se elas soubessem..?

Balão na praia

#Portugal, Sines, Praia Vasco da Gama, 2016 Eles chegaram à praia mais equipados do que a maioria dos casais. Ele trazia uma grande mochila às costas, uma caixa térmica rígida e de tamanho extra large em uma das mãos e, na outra, uma sacola preta daquele material que se usa para transportar computadores e aparatos …

Continue lendo Balão na praia

A mais louca viagem de van

# Malásia/ Tailândia, 2006   - Deal? - hsfsjaiagsns – não entendia nada do que ela falava com aquele sorriso permanente que tanto podia significar simpatia como sarcasmo. Entregou-nos um papel amarelo rasgado de um caderno comum com “koh lanta” escrito à mão. Mostrou também as duas mãos, uma aberta e outra com o dedão …

Continue lendo A mais louca viagem de van